Terminais de cargas aéreas passam a funcionar 24 horas

Medida será adotada nos aeroportos com maior movimentação do país e devem aumentar ganho de tempo e reduzir custo na liberação de cargas

Aeroporto Viracopos em Campinas

A mudança não prevê novas contratações, mas prevê alterações nos horários dos funcionários dos terminais (Claudio Rossi)

A Secretaria de Aviação Civil (SAC) informou que, a partir desta quarta-feira, os quatro maiores terminais de cargas aeroportuárias do Brasil começam a funcionar durante 24 horas, todos os dias. Com isso, os serviços de liberação de cargas dos aeroportos de Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, Manaus, no Amazonas, e Galeão, no Rio de Janeiro, devem funcionar ininterruptamente.

A mudança foi definida em reunião da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero) no mês passado. Em 2012, esses quatro aeroportos responderam por 76% de toda a carga aérea movimentada no Brasil. Guarulhos liderou, com 291 mil toneladas. Campinas, Manaus e Galeão movimentaram, juntos, 476,9 mil toneladas no mesmo período.

De acordo com a SAC, a mudança aumentará o ganho no tempo médio e no custo de liberação de cargas. “A Conaero vai monitorar ainda a implementação da ação, para análise da demanda e das necessidades específicas de cada aeroporto. A perspectiva é que o funcionamento 24 horas seja replicado em outros aeroportos conforme o volume de movimentação de cargas”, afirmou Juliano Noman, secretário de Aeroportos da SAC, em nota.

A mudança não prevê novas contratações. Haverá somente alteração do horário de trabalho dos agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Agricultura, Pesquisa e Abastecimento (Mapa), da Receita Federal, da Polícia Federal, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Infraero.

 

(com Estadão Conteúdo)

Terminais de cargas aéreas passam a funcionar 24 horas

Por AE

A Secretaria de Aviação Civil (SAC) informou que a partir desta quarta-feira, 15, os órgãos públicos responsáveis pelo processo de liberação de cargas aeroportuárias começam a funcionar durante 24 horas, todos os dias, nos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Manaus (AM) e Galeão (RJ). A medida foi definida em reunião da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero) no último dia 18. 

Em 2012, esses quatro aeroportos responderam por 76% de toda a carga aérea movimentada no País. Guarulhos liderou, com 291 mil toneladas. Campinas, Manaus e Galeão movimentaram, juntos, 476,9 mil toneladas no mesmo período.

 

De acordo com a SAC, a mudança aumentará o ganho no tempo médio e no custo de liberação de cargas. “A Conaero vai monitorar ainda a implementação da ação, para análise da demanda e das necessidades específicas de cada aeroporto. A perspectiva é que o funcionamento 24 horas seja replicado em outros aeroportos conforme o volume de movimentação de cargas”, explicou Juliano Noman, secretário de Aeroportos da SAC, em nota.

 

A mudança não prevê novas contratações. Haverá somente alteração do horário de trabalho dos agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Agricultura, Pesquisa e Abastecimento (Mapa), da Receita Federal, da Polícia Federal, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Infraero.

 

A SAC também informa que iniciou no último dia 3, em parceria com a lnternational Air Transport Association (IATA), os órgãos anuentes e demais instituições que atuam nos aeroportos, a implementação do Projeto Piloto de Cadeia Logística de Carga Aérea Segura no Aeroporto de Guarulhos.

 

O objetivo é realizar a inspeção da carga fora do aeroporto e garantir que a partir daí ela permaneça segura. “Com a Cadeia Logística de Carga Aérea Segura é possível aliviar a infraestrutura dos aeroportos, facilitar e agilizar o embarque de cargas, que terá seu processamento no simplificado com garantia dos requisitos de segurança”, cita a nota da SAC.

Copyright © 2013 Agência Estado. Todos os direitos reservados.

Novo horário de voos Lufthansa Cargo com novos destinos na China

Empresa de carga aérea oferece voos para 303 destinos em 99 países

SÃO PAULO [ ABN NEWS ] — A Lufthansa Cargo oferece aos clientes 303 destinos em 99 países no novo horário de voos que entrou em vigor em 25 de março. Pela primeira vez, a empresa de carga aérea une Chongqing à malha aérea mundial, servindo a metrópole chinesa quatro vezes por semana com os cargueiros MD-11 da Lufthansa Cargo. Outra novidade são os voos para Shenyang, no nordeste da China e Qingdao (Tsingtao), na província de Shandong, decorrentes também da ampliação da malha aérea da Lufthansa Passage.

O número de voos para Detroit foi ampliado para duas frequências semanais. O centro da indústria automobilística norte-americana foi introduzido na malha aérea cargueira com um voo semanal em janeiro deste ano.

Na América do Sul, os clientes Lufthansa Cargo também passam a dispor de maior número de destinos e voos cargueiros. Montevidéu, a capital do Uruguai, passa a ser servida duas vezes por semana com o MD-11.

Calcutá (Kolkata) foi reintroduzida no horário de voos. A metrópole indiana voltou a ser servida uma vez por semana por um voo direto a partir de Frankfurt, depois de as operações de voo inauguradas em meados do ano passado terem sido interrompidas nos últimos meses.

“Continuamos desenvolvendo objetivamente nossa malha aérea e introduzimos novos mercados em crescimento no horário de voos”, disse Andreas Otto, diretor de produtos e vendas da Lufthansa Cargo. “Estamos ampliando nossa presença na China, o maior mercado de carga aérea do mundo, e passamos a oferecer voos cargueiros para seis destinos.”

Os clientes da Lufthansa Cargo dispõem de cerca de 9.000 voos semanais no novo horário de voos. 51 destinos são servidos com cargueiros, dos quais 25 só na Ásia e oito na América do Norte.

Todos os voos cargueiros a partir da Alemanha são operados a partir de Frankfurt. As operações transferidas temporariamente para Colônia/Bonn rumo à América do Norte e à Ásia no horário de voos anterior voltaram a ser realizadas em Frankfurt.

Lufthansa Cargo AG – Com um volume de cerca de 1,9 milhão de toneladas de carga e correio transportadas, além de 9,5 bilhões de toneladas-quilômetro comercializadas em 2011, a Lufthansa Cargo é uma das empresas líderes mundiais no transporte de carga aérea. Atualmente, a empresa emprega cerca de 4600 funcionários em todo o mundo. O ponto forte da Lufthansa Cargo são os negócios aeroporto-a-aeroporto. A malha aérea serve cerca de 300 destinos em cerca de 100 países, utilizando, para tanto, não só aviões cargueiros, como também os compartimentos de carga dos aviões de passageiros da Lufthansa e da Austrian Airlines, além de caminhões. A maior parte da carga é transbordada no aeroporto de Frankfurt. A Lufthansa Cargo é uma empresa 100% filiada à Deutsche Lufthansa AG.