Porto de Paranáguá apresenta sistema de gerenciamento de cargas para SEP

Representantes do Departamento de Sistemas e Informações Portuárias da Secretaria de Portos (SEP), estiveram no Porto de Paranaguá, na última quinta-feira (11/04) para conhecer a fundo como são monitorados os veículos que chegam para descarregar grãos em Paranaguá. Estas Informações irão agregar o projeto Cadeia Logística Portuária Inteligente, que integra as ações do Porto sem Papel (PSP).

Durante todo o dia, a equipe da Appa detalhou o sistema logístico Carga Online, que faz o gerenciamento do fluxo dos veículos carregados com grãos até o porto. O sistema estabelece quotas diárias de recebimento de caminhões e vagões para cada terminal/operador, evitando as filas. As cargas só são liberadas quando existe local disponível em armazém para receber o produto e navio nominado para receber a carga. Segundo técnicos da SEP, as informações levantadas junto à Appa são essenciais para o desenvolvimento da segunda fase do programa Porto Sem Papel, que unifica as informações e procedimentos dos portos brasileiros. De acordo com o grupo, o primeiro módulo pensado foi o de gerenciamento e controle de atracação e desatracação. Em seguida, o gerenciamento das cargas que entram, através da Cadeia Logística Portuária Inteligente.

Para o superintendente da Appa, Luiz Henrique Dividino, o que se destaca no sistema Carga Online é o fato deste não ser um sistema engessado. “Enquanto um sistema logístico, o Carga Online está em constante aperfeiçoamento para que alcance o seu objetivo que é fazer girar a cadeia logística do Corredor de Exportação. Ou seja, manter a sincronia e produtividade do sistema – sem prejuízo algum para qualquer uma  das partes – tanto da comunidade portuária como da cidade”, afirma.

Sistema Nacional – O sistema será implantado em 12 portos. Antes de passar pelo Porto de Paranaguá, o projeto da SEP já foi iniciado nos portos de Vitória, Santos, Fortaleza e Pecém. Em Paranaguá o grupo realizou um levantamento de dados com todos os terminais e com toda a comunidade portuária.

A modelagem do projeto está sendo desenvolvida pelo Laboratório de Transportes e Logística (LabTrans) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), num segundo momento será realizada a adequação pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) – para cada porto.

O sistema Cadeia Logística Portuária Inteligente está inserido no PSP e prevê a implantação de que permitam o monitoramento da carga destinada ao porto desde sua origem, viabilizando assim o fornecimento de informações com antecedência à comunidade portuária e aos anuentes, facilitando a programação dos recursos para agilizar as operações.

Fonte: Ascom Appa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s