Santos Brasil anuncia crescimento de 17,2% da movimentação de contêineres em seus terminais no segundo trimestre do ano

São Paulo, 26 de julho de 2012 – A movimentação de contêineres nos terminais em que a Santos Brasil atua (Tecon Santos – SP, Tecon Imbituba – SC e Tecon Vila do Conde- PA) apresentou crescimento de 17,2%, na comparação com o mesmo período do ano passado. No segundo trimestre de 2012, as exportações cresceram 13,6% e as importações 14,6%. Com isto, o volume de contêineres operado pelos terminais portuários da Santos Brasil atingiu a marca de 279.375 movimentos, aumento de 17,2% em relação ao mesmo período em 2011. O mix de contêineres cheio-vazio registrou 76,9% de cheios no segundo trimestre de 2012. “O desempenho recorde também foi influenciado pela entrada em operação em Santos da nova linha de navegação de longo curso da Maersk que passa a atender o fluxo de importação e exportação entre Brasil e Europa”, destaca Marcos Tourinho, diretor de Relações com Investidores.

A previsão de movimentação nos Terminais operados pela Companhia, até o fim do ano, está na faixa entre 1,63 e 1,73 milhão de TEU (unidade de medida referente a 1 contêiner de 20 pés). O volume na operação de armazenagem foi de 41.876 contêineres, redução de 6,9% na comparação ano contra ano. A diminuição do índice de retenção dos contêineres cheios de importação desembarcados pelo Tecon Santos – que atingiu 44% no segundo semestre de 2012, ante a média de 49% no mesmo período em 2011 – influenciou este resultado.

Indicadores financeiros

A Santos Brasil obteve resultados expressivos no segundo trimestre de 2012. O EBITDA (lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi recorde: R$ 143,8 milhões, 24,2 % superior ao registrado no segundo trimestre de 2011. O Terminal de Veículos (TEV) também manteve forte desempenho com R$ 13,9 milhões de EBITDA, resultado da maior receita com veículos de importação. A previsão de EBITDA para 2012 se mantém entre R$ 500 e R$ 550 milhões com margem entre 41% e 43%.

O lucro líquido consolidado montou R$ 60,2 milhões no período, 50% superior aos R$ 40,0 milhões de 2011. Com relação à receita líquida, a Companhia obteve aumento 15,8%, na comparação com mesmo período no ano passado: R$ 318,5 milhões frente a R$ 275,0 milhões em 2011. A receita bruta consolidada, R$ 361,4 milhões, significou crescimento de 14,9%, em relação ao segundo trimestre de 2011. Na receita com operações de logística, R$ 61,1 milhões, o crescimento foi 11,7% superior ao obtido no mesmo período ano passado. Na avaliação de Tourinho esse incremento se deu, principalmente, nos serviços de logística integrada.

Entre abril e junho de 2012, o Tecon Santos, maior operação da companhia no setor portuário, manteve a produtividade operacional, com média mensal de 80 MPH (Movimentos Por Hora), o que permitiu, por exemplo, atrair um novo serviço com grande navio e influenciou no ganho de market-share no Porto de Santos, passando de 51% em janeiro para 54% em abril, segundo dados da Companhia de Docas de São Paulo (Codesp). “A performance no trimestre foi influenciada pelo ganho de participação de mercado nos segmentos de operações de cais e veículos. Também é fruto dos investimentos realizados e diferenciais competitivos da Companhia”, avalia Tourinho.

Release CVM: http://www.mzweb.com.br/santosbrasil2010/web/arquivos/SBPar_ERelease_2T12_port%20.pdf

Sobre a Santos Brasil

A Santos Brasil é referência em operação de contêineres e logística. Criada há 14 anos para operar o Tecon Santos (SP), a empresa já investiu R$ 3,0 bilhões, calculados a valor presente, em aquisições, expansões, novos equipamentos, gestão e gente. Antecipando-se ao crescimento do fluxo de comércio internacional, a Santos Brasil colaborou significativamente para aumentar a capacidade logística portuária do País. A produtividade do Tecon Santos, por exemplo, é a mais alta do Brasil: média mensal de 80 MPH (movimentos por hora) e recorde histórico de 81,86 MPH (registrado em de abril 2012). Em janeiro de 2012, o Tecon Santos bateu a marca de 155,5 MPH na operação de um único navio. Além do Tecon Santos, a companhia opera mais dois terminais de contêineres (Vila do Conde -PA e Imbituba –SC) e um terminal de veículos (TEV) no Porto de Santos. Conta também com uma operadora logística e de cargas gerais, a Santos Brasil Logística, que atua de forma integrada aos terminais viabilizando o atendimento ao cliente em todas as etapas da cadeia logística do porto até o transporte e distribuição. Listada no nível 2 de governança corporativa, a Santos Brasil adota um modelo de crescimento contínuo e sustentável, que alia alto desempenho financeiro e operacional com preservação ambiental e responsabilidade social.

Net Marinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s