Após superávit, China deve elevar importações

Agência Estado

A China deverá implementar medidas para aumentar as importações após o país registrar  um superávit comercial de US$ 5,35 bilhões em março, disse Wei Yao, economista para a China da Société Générale. “Olhando para os números de importação fracos, (a China) provavelmente pode implementar algumas medidas para promover importações, tal como o corte em tarifas de importação, ou o incentivo a algumas importações de alta tecnologia”, afirmou a especialista.

Em geral, os dados de comércio divulgado são “muito preocupantes”, porque confirmam um certo grau de desaceleração interna e refletem uma correção em curso no mercado imobiliário chinês, ponderou Wei Yao. Em termos de política monetária, os dados “devem empurrar as autoridades para um afrouxamento ainda maior” com prováveis cortes, em abril, nas taxas de reservas exigidas para os bancos, disse.

O crescimento das importações mais fraco do que o esperado derrubou os mercados chineses. O índice Shanghai Composite da Bolsa de Xangai caiu 0,92% no meio do sessão, aos 2.264,74 pontos. “O declínio acentuado das importações da China sugeriu enfraquecimento da demanda interna, levantando preocupações sobre a economialocal”, explicou Zhou Xu, um analista da Nanjing Securities. As informações são da Dow Jones.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s